PLANEJAMENTO DE VIVEIROS FLORESTAIS

 

A sociedade é dependente dos produtos de origem florestal e este é um cenário que está longe de mudar. Da celulose, a madeira rústica, nossas florestas se fazem presentes e de grande importância no sustento de nossa sociedade.

fALE cONOSCO

E acima da demanda comercial, a implantação de florestas é essencial para a vida humana, pois auxilia na manutenção da fauna, equilíbrio climático, sequestro de carbono e barreiras contra degradação do solo.

 

Hoje vivemos uma realidade de afirmação – PRECISAMOS DE MAIS FLORESTAS. E para suprir essa necessidade, precisamos ampliar a capacidade produtiva de mudas do nosso país, assim como a tecnologia envolvida no processo.

Viveiros são estruturas especializadas na produção de mudas para a manutenção dos plantios. Um viveiro deve ser capaz de produzir mudas em quantidade e qualidade suficientes para suprir as demandas dos projetos florestais. Por isso, o seu dimensionamento e revisão da cadeia produtiva são essenciais no sucesso do empreendimento.

o QUE É NECESSÁRIO PARA SE TER UM VIVEIRO FLORESTAL

 

  1. Local adequado, com boas características topográficas e de acesso, proximidade com o mercado consumidor e com água e condições climáticas adequadas.

  2. Registros jurídicos como por exemplo: Registro Empresarial na Junta Comercial;  CNPJ na Secretaria da Receita Federal; Secretaria Estadual da Fazenda.

  3. Dimensionamento correto das estruturas e insumos necessários para se completar os ciclos produtivos.

  4. Equipamentos e insumos, de uso direto e indireto, para a produção;

  5. Modelo de gestão da produção e coordenação de pessoas;

  6. Capital para investimento.